segunda-feira, outubro 17, 2005

Enfim... de volta!

Depois de vários meses, feitos de férias e preguiça, volto à blogosfera. Vamos ver se consigo manter alguma regularidade. Para já... bom dia a todos!

quinta-feira, junho 02, 2005

Genocídio diário...

Infelizmente, apesar dos esforços que têm sido feitos, os números podem continuar a aumentar. É que, provavelmente, mais de cinco mil dessas infecçöes diárias näo acontecem na velha Europa (onde a maior preocupaçäo agora é salvar uma Constituiçäo condenada), nem nos EUA (ocupados com a possibilidade de a senhora Bush se candidatar à Casa Branca!!!). Esses jovens todos, condenados à morte pela epidemia, säo dos que já antes de serem infectados se limitam a sobreviver naquele género de "países com moscas" e outras calamidades que fazem torcer o nariz às pessoas "civilizadas"...

quarta-feira, junho 01, 2005

Pensamento e moral

"A nossa dignidade consiste no pensamento. Procuremos pois pensar bem. Nisto reside o princípio da moral".
Assim falava Pascal.
Demasiados säo os que, porque näo pensam, acabam na imoralidade, entendendo aqui a moral sem qualquer conotaçäo religiosa, mas como o que, simplesmente, nos faz melhores pessoas.
E outros tantos, ou mais, säo os que, querendo cumprir uma moral que näo percebem, mas a que se agarram como náufragos, se demitem de pensar.
Os primeiros säo os patetas.
Os segundos säo os fundamentalistas.
"Procuremos pois pensar bem".

segunda-feira, maio 30, 2005

Sou outro e o mesmo

Sou outro novo e o mesmo
que nasceu diferente
num dia de sol, embora
só o vento me defina.
Deixei à porta pintada
de verde e futuro
da infância que perdi
a inocência clara e até
o olhar limpo de desejo...

domingo, maio 29, 2005

Pimba! Até viram estrelas

"NÄO" vence em França com 55%.
(resultados de projecçöes à boca das urnas)
Já tá!
E agora começa o efeito dominó...
Toca a repensar!

Também eu...

"Começo a duvidar se existo e se vivo num país real", diz Helena Sacadura Cabral, num artigo que recomendo. Porque sim. Sobre o défice, os políticos e as verdades meio ditas...

sexta-feira, maio 27, 2005

Non!!!

Parece que a França vai dizer Näo à Constituiçäo Europeia... Segundo as últimas sondagens, há uma diferença de 10 pontos percentuais em relaçäo aos apoiantes do tratado.
Jorge Sampaio já disse que está "preocupado". Como sempre, aliás...
Claro que se a França diz näo, o mais provável é näo haver tratado para ninguém. Näo deixa de ser irónico que o primeiro país a rejeitar o Tratado seja o que teve o seu "autor" por Presidente.
Embora muitos digam que sim, este resultado näo será o fim do mundo. Uma certa ideia de Europa, demasiado económica, liberal e pouco solidária, estava a crescer demasiado depressa. Mais vale parar agora. Num continente täo velho, as pressas näo säo boas conselheiras...

Tardes de veräo

Agora que o trabalho aperta e a universidade teima em sugar todas as horas, acabou-se o vento e o frio e caíu-me em cima este sol eléctrico e magnético... Como se pode resistir ao apelo dos astros?

segunda-feira, maio 23, 2005

Dissidência Fidel(íssima)

A reuniäo inédita dos dissidentes cubanos terminou no Sábado à noite, em Havana. Parece ter sido, apesar de tudo, uma brisa fresca, sintoma de que alguma coisa está a mudar em Cuba.
No texto aprovado no final exige-se "a libertação imediata de todos os prisioneiros políticos" e classifica o Governo de Fidel Castro como "estalinista, totalitário e anti-democrático". Segundo as notícias que nos chegaram, os dissidentes querem "o regresso imediato" a Cuba "das tradições democráticas".
Isto de chamar "estalinista" a Fidel é de interpretaçäo ambígua... Ainda nos arriscamos a que o "Avante" diga que, afinal, os dissidentes cubanos consideram Fidel um "libertador"...!

sábado, maio 21, 2005

Bom dia... e até segunda!

quinta-feira, maio 19, 2005

palavras...

"caminho com os braços levantados, e com a ponta
dos dedos acendo o firmamento da alma.
espero que o vento passe... escuro, lento, entäo,
entrarei nele, cintilante, leve... e desapareço".

Al Berto
Horto de Incêndio

quarta-feira, maio 18, 2005

Fundamentalismo à Tio Sam

No estado do Kansas (EUA) discute-se se a teoria evolucionista, de Darwin, deve ser ensinada nas escolas públicas. Ou melhor: os fundamentalistas menos fundamentalistas discutem o assunto; os outros, menos moderados (e atençäo, porque säo muitos!) exigem que a dita teoria seja banida das escolas, como aliás já sucedeu noutros estados. Segundo esta gente, as novas geraçöes devem ser instruídas na sä doutrina criacionista: Deus criou o mundo e tudo o que ele contém, ao longo daquela primeira semana ocorrida há cerca de 10 000 anos. Mais nada!
Sobre este assunto vale a pena ler as palavras sensatas de Sarsfield Cabral.
Do lado de cá do charco custa acreditar que isto ocorra, nos tempos que correm, na naçäo mais desenvolvida do mundo... mas näo nos iludamos: isto é só uma amostra das muitas pérolas americanas.

terça-feira, maio 17, 2005

Dia Mundial de Luta contra a Homofobia

Celebra-se hoje o primeiro Dia Mundial de Luta contra a Homofobia.
Todos os dias säo bons para dar luta à intolerância e à injustiça. Mas sublinhar estas datas desperta os mais distraídos.
Junto a minha voz à de todos os que fazem sua esta causa e, sobretudo, a todos aqueles que sentem na pele e na vida o ferräo deste tipo particular de fobia: ainda muitas vezes descarada, cruel e cega; outras tantas mais subtil, entranhada nas palavras e nos gestos, mas igualmente injusta e perversa.
Contra tudo isso... lutemos pois!

segunda-feira, maio 16, 2005

Estaline, esse grande libertador!

'Um filho ilustre da Rússia que entregou a seu povo tudo o que tinha talento, capacidades de organizador, firmeza e fidelidade, e não pediu nada em troca'.
Estas foram as palavras usadas na inauguraçäo de um monumento a Estaline, numa cidade da Sibéria e prontamente recolhidas, publicadas e corroboradas pelos sempre solícitos camaradas do jornal Avante!
Podiam ter acrescentado, pelo menos, que esse "nada em troca" se cifrou em milhöes de vítimas, em purgas, em gulags e outras conquistas revolucionárias do mesmo calibre!!!
Estes tiques revisionistas näo säo apenas lamentáveis. Säo perigosos.

domingo, maio 15, 2005

Santos e "fast-food"

A Igreja Católica é acusada, muitas vezes justamente, de pecar amiúde por omissäo e negligência, em nome de uma excessiva "prudência".
É por isso surpreendente a actual tendência para a "macdonaldizaçäo" das beatificaçöes e canonizaçöes. Joäo Paulo II fez disso uma das imagens de marca do seu pontificado. Beatificou e canonizou centenas e centenas de pessoas. Neste processo de massificaçäo e aceleraçäo, introduziram-se algumas inovaçöes, como diminuir os prazos tradicionalmente previstos ou, até, dispensá-los (basta lembrar os processos de Josemaria Escrivá ou da Madre Teresa de Calcutá, embora uma diferença abissal separe os dois casos...)
Bento XVI parece ter optado por insistir na "Macdonaldizaçäo". Já anunciou que o processo de beatificaçäo de Joäo Paulo II vai avançar imediatamente, saltando todos os prazos requeridos.
Chama a atençäo este afä de "fazer" santos e beatos...
A comida rápida faz falta e tem o seu lugar. Mas ninguém lhe atribui grandes qualidades, nem vai à mesa em dia de visitas...

quarta-feira, maio 11, 2005

Morrer de pé... só depois das árvores!

Santana Lopes e seus camaradas de pandilha, aprovaram o abate de 2 600 sobreiros, ali para os lados de Benavente, para dar lugar a mais um mega-projecto de agro-turismo, apenas quatro dias antes das eleiçöes, quando já deviam ter metido as canetas nos caixotes das mudanças...
As árvores costumavam "morrer de pé". Mas isso era antes de Santana decidir que, se ele caía, as árvores tinham de ir primeiro!
Uff... Do que nos livrámos!

segunda-feira, maio 09, 2005

Que se passa em Timor?

Perplexidade é o mínimo que se pode sentir perante os ecos que chegam de Timor. Custa acreditar que o que se diz seja verdade: manifestaçöes, tribunais populares em paços episcopais, exigência de demissäo do Governo, chantagem política... Que se passa em Timor?
Pensei que fossem histórias mal contadas, manipuladas por meios de comunicaçäo anti-clericais. Consultei os que, supostamente, estäo acima dessa suspeita, começando pela Agência Ecclesia. Mas as informaçöes coincidiam!Busquei declaraçöes dos responsáveis pela Igreja timorense que permitissem perceber que o que cá chega näo é verdade. Mas o que encontrei confirma as piores suspeitas! Chamo perplexidade ao que sinto... mas perplexidade começa a ser uma palavra pequena.